web analytics
­

Sarah acariciando o Planeta Água

quarta-feira, 18 de Abril de 2018|

Hora de regressar a ti, bondosa mãe Natureza. Me acolhe em teus braços e guia meu caminhar. Porque é em teu silêncio que encontro a verdade de que não me falam os discursos ou as letras dos homens; porque nenhum templo construído pelas mãos dos homens é, como tu, capaz

E é tão Bonito quando a gente entende

domingo, 15 de Abril de 2018|

Fazia tempo que te sonhava, Bonito, então finalmente resolvi fazer o tempo de te realizar. Descobri que, em mim, como em qualquer um, há tempo, mas tempo é lençol freático que corre silencioso por baixo das camadas de nós, é preciso escavar as camadas que o escondem para fazê-lo brotar.

Menino das estrelas

terça-feira, 27 de Março de 2018|

Ah, Buiú! Hoje ganhei abraço teu, abraço daqueles que há anos eu não ganhava. Pois é, teu abraço e teu sorriso eram tuas marcas, só tuas. Nunca houve outro abraço como o teu. E olha que o que eu abraço de gente por aí, não está no gibi. Gente como

Bless the beasts, the children and Hawking

quarta-feira, 14 de Março de 2018|

"Vivemos o dia a dia sem entendermos quase nada do mundo. Pouca atenção damos ao mecanismo que gera a luz do sol e possibilita a vida; à gravidade, que nos cola a uma Terra que, de outra forma, nos lançaria em rotação pelo espaço; ou aos átomos de que somos

Isso ou aquilo (ou: o espaço dos nossos anseios)

quinta-feira, 8 de Março de 2018|

Hoje acordei, Dia da Mulher, e fui logo dar uma olhada no que a mulherada anda querendo. Encontrei um discurso em que a mulher queria isso (opa, eu também!) e mais isso (idem, idem) e isso também (same here!, dedinho levantado). Fui gostando do discurso e me encontrando, até que (epa!):

Sukha, um ano de peraltice e amor

quinta-feira, 1 de Março de 2018|

Pedacinho de nuvem, olhinhos de céu Narizinho de rena do Papai Noel Natal ia longe e o presente chegou Seu carinho, tanto, que nos alegrou Presença surpresa em todo lugar Espaço vazio não há de ficar Guizo no pescoço, barulhinho bom Tem folia em casa, avisa o seu som Em

Das tiradas do pai, que eu adoro

terça-feira, 27 de Fevereiro de 2018|

A prima, no piquenique de família, não larga o celular, postando uma foto atrás da outra nas redes sociais. Em meio a uma postagem, pergunta: __ Como é que se escreve, piquenique ou pic-nic? O pai me olha com sorriso maroto e responde, baixinho: __ Escreve convescote, que é de

Caminhos do Coração

quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2018|

(Gonzaguinha) Há muito tempo que eu saí de casa Há muito tempo que eu caí na estrada Há muito tempo que eu estou na vida Foi assim que eu quis e assim eu sou feliz Principalmente por poder voltar A todos os lugares onde já cheguei Pois lá deixei um

Segredo

terça-feira, 13 de Fevereiro de 2018|

(Almério) Ele Tinha tanto medo de sofrer que preferiu ficar sem ninguém Mas na solidão sofreu por medo de sofrer por alguém Tinha tanto medo mas o mundo viu esconder o medo é guarda-se da chuva no frio Nunca ainda é cedo viver no vazio Triste de quem guarda de

Estrangeira

quarta-feira, 7 de Fevereiro de 2018|

A moça, que sempre gostou de estar perto das gentes que formam seu povo e pensava conhecê-las, finalmente viu realidade dura a ponto de fazê-la sentir estrangeira vinda de terra distante, em meio à sua própria gente, em meio à sua própria terra. Sentiu-se gringa, a começar pela pele alva,